Norte e Noroeste têm menor número de mortes e casos de Covid-19 em mais de três meses

 


O levantamento do Painel Covid-19 Norte e Noroeste Fluminense mostra que as duas regiões registraram, na última semana, entre 06 e 12 de setembro, 946 novos casos e 30 mortes causadas pelo coronavírus. É o menor número de infectados e de óbitos em mais de três meses. Na comparação com os sete dias anteriores, a queda na quantidade de contaminados e de vidas perdidas foi de 37,3% e 41,2%, respectivamente.

Além disso, entre todos os 22 municípios das regiões, apenas São Fidélis teve aceleração da pandemia na última semana, com 154,5% a mais de novos casos na comparação com o período entre 30 de agosto e 05 de setembro. Ao todo, 12 cidades apresentaram estabilidade e outras nove tiveram desaceleração dos índices.

O Norte e o Noroeste vinham de 14 semanas seguidas com mais de mil casos da doença. Entre 30 de agosto e 05 de setembro, foram 1.509 pacientes diagnosticados com a Covid-19, mas a redução para 946 na última semana representou o menor número desde os 901 registros entre os dias 24 e 30 de maio.

As duas regiões também somaram 30 mortes por complicações do coronavírus na semana passada, enquanto nos sete dias anteriores, o índice chegou à marca de 51 vidas perdidas. Também é a menor quantidade de óbitos desde a semana entre 24 e 30 de maio, quando foram contabilizadas 29 mortes.

As três maiores cidades da região tiveram significativas reduções nos casos confirmados. Em Campos, o número de infectados passou de 411 para 247 na última semana, o que representa uma queda de 39,9%. Em Macaé, o indicador caiu de 146 para 104, com 28,8% de diminuição. No mesmo período, Itaperuna passou de 407 confirmações para 169, com 58,5% a menos de casos.

Ao todo, nove municípios registraram desaceleração da pandemia na última semana, incluindo Varre-Sai, que chegou a somar 160 infectados, entre 30 e 05 de agosto, mas passou para 55 novos casos na semana passada. A queda foi de 65,6%. Mas as maiores reduções foram registradas em Laje do Muriaé, com -83,3% (de 12 para dois); Cardoso Moreira, com -77,4% (de 31 para sete); e Carapebus, com -71,4% (de 14 para 4).

Bom Jesus do Itabapoana, com -46,5% (de 39 para 21 casos), e Conceição de Macabu, com -36,8% (de 38 para 24), completam a lista das cidades com desaceleração. Por outro lado, apenas São Fidélis teve alta no período, passando de 22 novos casos para 56.

Nenhum comentário