Homem morre por febre Amarela em Porciuncula

Secretaria Municipal de Saúde de Itaperuna afirma que o Laboratório Noel Nutels (LACEN), apontou que febre amarela foi a causa de morte em Porciúncula.

Os comentários, antes tidos como maldosos, de que a morte de um homem de 34 anos, ocorrida no mês de fevereiro em Porciúncula, teria sido ocasionada por febre amarela, reaparecem agora como uma triste e assustadora realidade, após a divulgação de que o  Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (LACEN) teria confirmado como febre amarela a causa do óbito.

A notícia foi divulgada no início da noite desta segunda-feira (03/04) pela Secretaria Municipal de Saúde de Itaperuna. Segundo nota divulgada pelo Departamento de Comunicação da Prefeitura (DECOM), o secretário Alexandre Martins, confirmou que os exames coletados durante a internação e liberados hoje, pelo Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (LACEN), apontaram para a febre amarela.

A identidade do homem, que teria falecido no dia 26 de fevereiro, após internação no Hospital São José do Avaí,  não foi divulgada e autoridades de Saúde do município de Porciúncula não foram ainda encontradas para se pronunciarem à respeito.

A divulgação da notícia, na noite desta segunda-feira (03/04), de que uma pessoa havia morrido em consequência de febre amarela, está deixando a população assustada. 

Segundo informações, a campanha de vacinação conseguiu atingir mais de 10 mil doses de vacinas aplicadas, das 15 mil disponíveis em Porciúncula. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde de Porciúncula tem mantido, desde o final da campanha de vacinação, equipes volantes, que visitam bairros e empresas em busca de pessoas que ainda não se submeteram a vacinação.

Segundo as informações obtidas até o momento, esta seria a primeira morte provocada pela febre amarela na região Noroeste Fluminense.

Com informações da Rádio Natividade

Nenhum comentário