Ticker

6/recent/ticker-posts

Criança morre por febre Maculosa em Três Vendas

Secretaria de Estado de Saúde, através do Laboratório Central Noel Nutels (LACEN-RJ), confirmou nesta segunda-feira (26) o primeiro resultado positivo em Campos, para febre maculosa, provocada pela bactéria Rickettsia rickettsii. Trata-se de um menino de 10 anos, morador de Três Vendas, que não resistiu e veio a óbito em 10 de setembro. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Subsecretaria de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde (Subpav), vem intensificando o trabalho de controle da doença, transmitida ao homem pela picada do carrapato do gênero Amblyomma sculptum, mais conhecido como carrapato-estrela. 

Existem no município quatro casos suspeitos nos bairros da Lapa, Parque Aurora e Loteamento Porto Seguro (próximo ao Parque Imperial). Também já foram descartados três casos. Campos se tornou uma área de interesse para monitoramento da febre maculosa dentro do estado do Rio em 2021 e, desde então, vem sendo realizada capacitação dos profissionais da Saúde.

“A Vigilância está fazendo treinamentos com as equipes da rede de urgência e emergência para estarem cada vez mais atentas aos sinais e sintomas dos pacientes suspeitos e, com isso, pretendemos aumentar a sensibilidade da nossa vigilância, fazer o diagnóstico e instituir o tratamento”, disse o subsecretário da Subpav, médico infectologista Rodrigo Carneiro. A capacitação dos profissionais de saúde é realizada em parceria com o Laboratório de Hantaviroses e Rickettsioses do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). 

Os casos com suspeição para febre maculosa foram notificados no último mês, sendo as amostras de sangue dos pacientes enviadas ao LACEN-RJ para confirmação ou não da patologia. 

Todos os Locais Prováveis de Infecção (LPI) dos casos foram notificados à subsecretaria e receberam o trabalho de busca ativa do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para identificação e recolhimento de amostras de carrapato para análise laboratorial. “Fizemos a coleta dos carrapatos, dedetizamos o interior e a área externa das residências”, informou o diretor do CCZ, Carlos Morales.

No caso de Três Vendas, a equipe do CCZ também esteve no local para dedetização, orientou a família quanto à higienização e como manter o local livre de carrapatos.

ORIENTAÇÃO

A orientação da Vigilância em Saúde é para que pessoas que morem em Local Provável de Infecção (LPI) usem macacão ou calça e camisa de mangas longas, de preferência na cor clara, facilitando a visualização de carrapatos, além disso, utilizem fita adesiva prendendo a bainha da calça ou macacão com a bota impedindo a entrada de carrapatos.

No caso de encontrar carrapato fixado à pele, não espremer com as unhas, para não se contaminar. O ideal é retirá-lo com calma, através de leves torções, com auxílio de uma pinça que deverá prender o aparelho bucal e não o corpo do carrapato.

SINTOMAS

Os principais sintomas da febre maculosa são febre alta, dores de cabeça intensas, dor muscular e articular, dor abdominal, diarreia e exantema. Eles costumam aparecer entre dois e 14 dias após a picada do carrapato infectado. Entre os animais que podem hospedar a bactéria estão cavalos, capivaras, marsupiais (gambá) e cães que circulam em região com infestação e transportando o carrapato estrela infectado.

O tempo entre a picada e o início dos primeiros sintomas varia de 2 a 14 dias, com média de sete dias. Quando não tratada, a letalidade da doença pode passar de 80%. Portanto, se houver contato com carrapatos e se apresentar algum dos sintomas descritos, deve-se procurar imediatamente atendimento médico, mencionando ao médico tal contato.

Fonte: Supcom

Postar um comentário

0 Comentários