Mulheres são presas em Italva por maus-tratos e cárcere privado

Um homem de 48 anos, portador de necessidades especiais, foi resgatado por agentes da 148ª DP e equipes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), de Italva.

A vítima, que era monitorada pelo Ministério Público, era mantida em situação precária e sub-humana pelas irmãs, no interior de uma residência no bairro Alto da Boa Vista, que e o mantinham no local contra a própria vontade, segundo a denúncia. Diante da situação constatada, as mulheres, foram levadas até sede da Polícia Civil, autuadas em flagrante por maus-tratos e cárcere privado e transferidas ao sistema prisional, onde seriam apresentadas em audiência de custódia.

Nenhum comentário