Vereador de Italva diz em tribuna: "Quem fala mal de vereador, para mim são uns merdas"



O vereador da cidade de Italva, Gerlindo Motoka, parece que ainda não entendeu que ocupa um cargo público que quem paga o seu salário é o cidadão italvense. Em discurso na tribuna da Câmara de Italva, o parlamentar afirmou que quem critica vereador ele considera um “merda”, que não tem nem uma “bicicleta para andar”.

— Vivam a vida dos senhores, se Deus está te abençoando para trocar de caminhão, troque caminhão. (Vereador) João do Bruno, se Deus te abençoar a trocar de fazenda, troque de fazenda! O povo fala mesmo, mas tem que tá em paz com Deus, porque a vida é uma só. Esse mesmo povo, 10 ou 15 pessoas, pra mim essas pessoas, quem fala mal de vereador, pra mim são uns merdas. Não tem uma bicicleta para andar -, disse Gerlindo.

Além da bizarrice do discurso, que é uma tragédia por si só, feito sem máscara, filmado e transmitido na própria rede social do vereador, o parlamentar talvez tenha se esquecido que são todos os italvenses que pagam o alto salário dele, tanto os que andam de carro, de bicicleta, de ‘motoka’ e os que andam a pé. O parlamentar recebe pelo menos R$ 7 mil, de acordo com informações extra-oficiais recebidas por nossa redação, já que o Portal da Transparência da Câmara de Italva está fora do ar e não divulga o salário dos vereadores.

Talvez seja a hora do Gerlindo Motoka refletir melhor suas palavras e entender melhor as criticas. Por ser um homem público, tem que aprender a lidar com elas. Até porque, de acordo com o portal oficial da Câmara de Vereadores da cidade de Italva, o vereador não possui nenhum projeto de lei tramitando na Câmara local. Então se tem merda nessa história, pelo visto não é quem critica vereador.

Fonte: Clique Campos

Nenhum comentário