Vencido o prazo sobre fechamento do comércio, MP ajuíza ação contra os prefeitos de Italva e Porciúncula


A 2ª Tutela Coletiva/Núcleo – Itaperuna, ajuizou no início da noite desta quarta-feira (06), ação contra o prefeito de Italva Alcirley Lima e o  prefeito de Porciúncula, Léo Coutinho, para que determinem o fechamento imediato dos estabelecimentos comerciais, considerados não essenciais de seus respectivos municípios. A recomendação havia sido feita aos gestores destas cidades, além de Natividade, Varre-Sai, Bom Jesus do Itabapoana e Laje do Muriaé e o prazo para resposta terminou no final da tarde.

A informação foi confirmada agora à pouco ao jornalismo da Rádio Natividade, pela promotora Raquel Rosmaninho, que acrescentou que a tendência é também representar contra Varre-Sai, cujo prefeito Silvestre Gorini, alegou “ainda estar pensando no caso”.

Natividade já me enviou o decreto e por minha sugestão, deixou as lojas abertas até a manhã de quinta (07). Bom Jesus do Itabapoana e Laje do Muriaé, informaram que não chegaram a liberar o funcionamento do comércio, mas eu vou até lá pessoalmente conferir a veracidade. Já Porciúncula e Italva, sequer deram resposta e contra estes, conforme já havia dito, ajuizei ação na pessoa dos prefeitos. Varre-Sai afirmou estar pensando, mas a tendência é de amanhã façamos o mesmo! Saliento que as ações contra Varre-Sai e Porciúncula, serão em conjunto entre o MP e a Defensoria Pública. No primeiro momento, estamos solicitando o fechamento, mas adiante, na outra fase, caso o juiz não o faça de ofício, vamos ainda requerer aplicação de multas às prefeituras e pessoal aos gestores. Caso seja determinado fechar e o prefeito não respeitar, aí vamos tomando novas determinações. Solicito ainda que o próprio cidadão denuncie através dos canais do MP em caso de descumprimento, – destacou a promotora.

Fonte: Natividade FM

Nenhum comentário