Cartão Recomeçar começa a ser entregue para atingidos pelas chuvas

As vítimas das inundações e deslizamentos provocados pelas chuvas em municípios do Norte e Noroeste Fluminense, no início deste ano, começaram a receber um auxílio financeiro para recuperarem suas casas por um programa realizado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. De acordo com a A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, 80 cartões Recomeçar foram enviados para as agências do Banco do Brasil de oitos cidades. Até o momento, 409 famílias cumpriram as normas e tiveram o benefício aprovado. O valor disponibilizado é de R$ 5 mil para os desabrigados e R$ 2 mil para os desalojados. O dinheiro poderá ser utilizado na compra de materiais de construção e eletrodomésticos. Na região, as cheias dos rios Muriaé, Carangola, Pomba e Itabapoana chegaram a deixar cerca de 21 mil pessoas fora de suas residências. Duas pessoas morreram e estradas ficaram interditadas.
“Foram 10 para cada município. Os cartões de dois deles retornam, mas serão reenviados em três dias: Cardoso Moreira e Bom Jesus de Itabapoana. Os municípios que receberam os cartões foram: Italva, Itaperuna, Laje de Muriaé, Natividade, Porciúncula e São Francisco de Itabapoana. Os municípios foram informados do envio e eles são responsáveis em avisar os beneficiados para retirar os cartões nas agências bancárias. Desse total, 44 são famílias desabrigadas e 36 desalojadas”, informou a secretaria.
Outros 329 cartões estão sendo confeccionados: Bom Jesus de Itabapoana (141), Itaperuna (97), Porciúncula (60), São Francisco de Itabapoana (40), Cardoso Moreira (26), Laje de Muriaé (19), Italva (10), Natividade (10) e Santo Antônio de Pádua (6). O órgão ressaltou que o cadastramento dos beneficiados é realizado pelas secretarias de Assistência Social dos municípios que decretaram situação de emergência ou calamidade pública e que estas enviam para a Secretaria os cadastros para serem analisados e aprovados, o que leva em torno de 15 dias até a emissão dos cartões.
Entre dezembro e o início de março, vários municípios no norte do estado do Rio enfrentam problemas causados por inundações, alagamentos e deslizamentos de terra. Dez cidades tiveram a situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal e cerca de 21 mil pessoas deixarem suas casas, entre o fim de janeiro e o início de fevereiro.

Nenhum comentário