Assentados prejudicados por enchentes em Cardoso Moreira recebem atendimento do INCRA


As fortes chuvas que ocorreram no Rio de Janeiro nos últimos dias provocaram muitos estragos em municípios do Norte e Noroeste do estado. Nas áreas de reforma agrária mais atingidas da região, localizadas em Cardoso Moreira, a cerca de 300 quilômetros da capital fluminense, os assentados estão recebendo apoio do Incra para a contenção de danos provocados pelas enchentes.
Em 7 de fevereiro, a autarquia destinou às 180 famílias moradoras dos assentamentos Paz na Terra, Francisco Julião e Chico Mendes a primeira remessa de suprimentos, que incluem água potável e alimentos não perecíveis, como arroz, feijão e fubá. As doações foram providenciadas pela União das Associações e Cooperativas de Pequenos Produtores Rurais do Estado do Rio de Janeiro (Unacoop).
O superintendente do Incra/RJ, Cassius Rodrigo, tem mantido contato com a prefeitura do município a fim de acompanhar os trabalhos e contribuir no amparo às famílias. “Tive uma reunião com o prefeito Gilson Siqueira para tratar do socorro aos assentados. Também conversei com o presidente do Incra, Geraldo Melo Filho, que se mostrou sensível à situação e colocou a autarquia à disposição para o que for necessário”, disse.
Segundo ele, a prefeitura esteve nos assentamentos levando água e alimentos, além de ter passado nos locais com retroescavadeiras. A intenção dos gestores do instituto é aproveitar um convênio em vigor com o município e apresentar um aditivo, incluindo a atual situação no projeto de melhoria de estradas nas áreas de reforma agrária.
O superintendente também falou dos esforços voltados a ampliar a doação de água e alimentos aos assentados, e das tratativas com prefeitos de cidades vizinhas a Cardoso Moreira para obter o empréstimo de equipamentos, como retroescavadeiras.
De acordo com a prefeitura local, os temporais do fim de janeiro deixaram 4 mil desabrigados e 1,7 mil desalojados (ações preventivas da Defesa Civil). Apesar de o nível da água ter baixado, a cidade ainda está em estado de alerta. Em consequência dos efeitos da chuva, a prefeitura decidiu cancelar o carnaval.

Nenhum comentário