Prefeitura de Italva dando aula de como rasgar o dinheiro público


Em meio ao caos causado pela forte chuva que atingiu o noroeste na última semana, moradores de Italva se viram órfãos do poder público. A prefeita da cidade, Margareth do Joelson, que está cassada pelo TSE mas se mantém no cargo até a publicação da decisão, abandonou máquinas que poderiam ter sido utilizadas na contenção e no resgate de moradores que ficaram ilhados na enchente.

Tratores, escavadeiras e caminhões se encontram sem manutenção estacionados no pátio da secretaria de Obras do Município. A utilidade do maquinário é tão grande que alguns municípios atingidos pela chuva pediram máquinas emprestadas ao DER, para abrirem valas que davam vazão ao grande fluxo de água acumulada, é o caso da cidade de São Francisco de Itabapoana.

Para piorar a situação, mesmo com maquinário próprio, a prefeitura consolidou um contrato em 2019 com uma empresa para locação de máquinas que o município já possui. O valor apenas no ano passado ficou em R$ 79.204,40. O gasto é uma afronta com o cidadão que paga os seus impostos.

Os gastos são ainda maiores se considerarmos ônibus escolares que são alugados com valores acima de R$ 1 milhão por ano, caminhão de lixo por mais de R$ 250 mil por mês, entre outros gastos que revelaremos na próxima semana.


Enquanto isso, confira abaixo o extrato dos contratos citados acima:





Fonte: Click Campos

Nenhum comentário