MP firma TAC para regulamentar atividades da Expo de Cardoso Moreira,

o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Prefeitura de Cardoso Moreira, no Norte Fluminense, para regulamentar a 25ª Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial, que ocorrerá entre os dias 20 a 23 de julho, no parque de exposições da cidade.

O TAC busca garantir o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Código Penal quanto à proibição de venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, além do respeito ao direito de vizinhança, com limitação do horário de emissão de música; e para criar regras a fim de evitar confusões e práticas criminosas decorrentes do uso abusivo de álcool.

Pelo acordo assinado, a Prefeitura de Cardoso Moreira se compromete a determinar que todos os bares, barracas, quiosques e restaurantes encerrem qualquer atividade sonora a partir das 3h. O estabelecimento que descumprir a norma estará sujeito à apreensão do equipamento sonoro. Todas as barracas para venda de alimentos e bebidas devem encerrar qualquer atividade às 4h.
A Prefeitura também se comprometeu a confeccionar e afixar cartazes informativos sobre a proibição de venda, oferta e fornecimento de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. Além disso, fica proibida a venda de bebidas em garrafas de vidro, permitindo-se apenas que os vendedores as sirvam em copos plásticos ou latas.

A Polícia Militar fica autorizada a recolher qualquer embalagem de vidro das mãos do público, mesmo as que tenham sido levadas ao evento e não compradas no local.

Caso seja constatado o descumprimento de qualquer uma das determinações, a Prefeitura deverá pagar multa de R$ 50 mil por cada cláusula do TAC não respeitada. Se a aplicação da punição ocorrer, o dinheiro será destinado ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de Cardoso Moreira.

Em nota enviada ao G1, a Prefeitura de Cardoso Moreira informou que o prefeito Gilson Siqueira (PP) determinou junto ao procurador Gerson Cardoso a viabilização de uma reunião com a Promotoria de Justiça, com o intuito de evitar transtornos aos profissionais que irão trabalhar nos estabelecimentos e ao público da Exposição.

Nenhum comentário