Rio Paraíba transborda e alaga ruas em Itaocara e Cambuci

2016-01-17_13 33 31_paraíba
O nível do Rio Paraíba do Sul em Itaocara, Noroeste Fluminense, atingiu no início na madrugada deste domingo (17/01), a cota de 5,85, 35 centímetros acima do nível de transbordo para o município. Alguns bairros e distritos estão alagados e a Defesa Civil local e regional trabalha para contabilizar o número de desalojados e desabrigados. A situação é preocupante também em Cambuci, que no início da tarde já haviam registros de bairros e ruas alagados por conta da cheia do Paraíba.

Segundo o coordenador Regional de Defesa Civil da Coordenadoria Regional de Defesa Civil – REDEC 5, Tenente-coronel Paulo Rodrigues, em toda região, o problema é maior em Itaocara onde o rio passou da cota normal, que é de 5,30.

Rodrigues informou que durante toda manhã deste domingo (17/01), o secretário de Defesa Civil do município e o comandante do Quartel percorreram vários pontos da cidade atendendo a população e fazendo levantamento para contabilizar se houve desalojados ou desabrigados.
“Estamos contabilizando os desalojados, mas por enquanto, não há registro de desabrigado. Nós temos uma tendência do nível do rio se estabilizar dentro das próximas horas, porque a vazão dele, que é na Represa dos Pombos, em Além Paraíba (MG) está diminuindo e, com a diminuição da vinda do volume d’água, vai melhorar a situação”, informou o Tenente-coronel.

OUTROS MUNICÍPIOS
 
O Rio Paraíba do Sul passa por outras cidades do Norte e Noroeste Fluminense, e segundo Paulo Rodrigues, tirando Cambuci, os níveis do rio nos municípios de Campos e São Fidélis estão dentro da cota normal.

“Para São Fidélis e Campos o Paraíba do Sul é largo e em Itaocara e Cambuci é mais estreito, por isso a situação nesses dois municípios é preocupante”, explicou o militar.

Nenhum comentário