PRUMO DEIXA PEDRA E ASFALTO DESTRUÍDO NA BR 356

É no trecho entre Campos e Cardoso que mora o perigo. A empresa Prumo Logística, no transporte de pedras que faz para alimentar o píer do porto do Açu, deixou ao longo da BR 356, do trecho acima citado, vários caminhões de pedra no acostamento da rodovia. O mais grave de tudo é que até o momento ninguém denunciou isso. Parece que a Prumo e a Tracomol, responsáveis pela lambança vão esperar um acidente com vítima fatal para o fato vir à tona. Se fosse qualquer outro pobre mortal e não a Prumo, a justiça já estaria batendo na sua porta, ou até mesmo autoridades administrativas. 

A remoção das pedras está se perpetuando. Como pode ser visto nas fotos abaixo, elas estão no acostamento da rodovia. Como conhecido no jargão, uma foto vale mais que mil palavras. O blog espera que as pedras tenham a remoção do acostamento, porque da forma que se encontram representam grande perigo no caso do motorista ter que usar o acostamento. À noite a situação ainda é muito pior. Na verdade esse pessoal do Porto do Açu, incluindo as empresas de transporte (transportadoras de pedra) não respeitam ninguém. Chegaram ao Açu botaram o povo do 5º Distrito pra fora de casa e até hoje não pagaram ninguém. Estão destruindo o eco sistema da região, contaminando o solo, provocando erosões, e inúmeras agressões a natureza. 

Fonte: Blog do Fabrício Freitas 

Nenhum comentário