Selfie pornô de padre de Miracema cai nas redes sociais

Uma foto polêmica tem causado “alvoroço” na população de Miracema, no Noroeste Fluminense. O padre Alfredo, que esteve à frente da Igreja Santo Antônio, também conhecida como Igreja Matriz, foi alvo da chamada “revenge porn” (pornografia de vingança). “Selfies” em que o padre aparece completamente nu estão sendo compartilhadas no WhatsApp (aplicativo de mensagens instantâneas) e as fotografias já ultrapassaram os limites do município.

O caso tornou-se o principal assunto nas ruas da cidade. Muitos que conhecem o padre de longa data ficaram assustados diante da revelação desse “outro lado” do religioso. Segundo os boatos espalhados entre os moradores, padre Alfredo teria mantido um relacionamento amoroso com uma mulher, residente da cidade, que não aceitou o fim do romance. Com raiva, a amante teria sido a responsável por enviar as selfies confiadas a ela para diversos contatos do WhatsApp e rapidamente as imagens viraram notícia.

Padre Alfredo nasceu no distrito de Paraíso Tobias, que pertence à Miracema, e, por alguns anos, foi o responsável pela paróquia de Santo Antônio. Há cerca de quinze dias ele havia sido transferido para Natividade devido à morte do antigo padre do município. As fotos comprometedoras começaram a ser compartilhadas no último fim de semana, após a transferência.

O padre Alfredo foi suspenso e não está trabalhando em nenhuma paróquia. O Bispado de Campos apresentou outra versão para a história. O padre teria tirado as fotos fotos a pedido de uma mulher que as utilizou para denunciá-lo nas redes sociais. O Bispado afirma que não consta que os dois tiveram relacionamento íntimo, porque, segundo depoimento do padre, ele e a mulher só se conheciam pelo Facebook e ela teria apresentado uma identidade falsa. O Bispado acrescentou que, além das fotos postadas, nenhuma denúncia da mulher ou de qualquer outra pessoa, foi apresentada contra o referido padre.

Fonte: São Fidelis Notícias

Nenhum comentário