Plataforma da Petrobras explode no ES e deixa mortos e feridos

O governo do Espírito Santo informou que três pessoas morreram e 15 ficaram feridas na explosão ocorrida na tarde desta quarta-feira em um navio-plataforma da Petrobras, em Aracruz, no norte do estado. O acidente ocorreu na casa de máquinas no navio FPSO Cidade de São Mateus e teria sido provocado por um vazamento de gás. Alguns feridos encontram-se em estado grave.
Segundo o sindicato dos petroleiros do ES seis operários estão desaparecidos.
O FPSO Cidade de São Mateus fica a 50 quilômetros de Vitória.Todas as vítimas são de uma empresa terceirizada que presta serviços à Petrobras.
Os feridos foram levados de helicóptero para o Aeroporto de Vitória, de onde seriam transferidos para os hospitais Jayme Santos Neves e Vitória Apart Hospital, ambos em Serra. Oito ambulâncias trabalham no socorro às vítimas. Três pessoas já deram entrada no Vitória Apart. Um com queimaduras graves pelo corpo e outro com ferimentos leves. O terceiro paciente teve fraturas nas pernas e também teve o corpo queimado. 

Após o acidente, 32 trabalhadores que estavam a bordo do navio desembarcaram e seguiram para a cidade de São Mateus. A plataforma está incomunicável. O fogo já foi controlado e não há mais risco de novas explosões.
A Infraero montou um esquema de contingência. Técnicos da Petrobras também dão suporte na plataforma. 
A plataforma é um navio alugado da norueguesa BW Offshore pela Petrobras. Segundo informações que constam no site da BW, o FPSO tem capacidade de produção de 25 mil barris diários. O contrato entrou em vigor em 2009 e tem duração até 2018.

Nenhum comentário