Cardoso Moreira é a casa do futebol no Norte e Noroeste Fluminense

 


O Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, popularmente conhecido como Ferreirão, é um estádio de futebol localizado na cidade Carinho de Cardoso Moreira, pertencente ao Cardoso Moreira Futebol Clube e que nos últimos meses se tornou a casa do futebol no Norte e Noroeste Fluminense. Clubes como Americano, Carapebus e Serra Macaense e outros do Noroeste mandam seus jogos nessa praça esportiva seja pelas divisões de acesso do futebol estadual ou pela Copa Rio. E é provável que, caso Goytacaz e Campos não consigam liberar seus estádios a tempo da estreia, possam mandar seus jogos no Ferreirão também.


No que diz respeito ao Goytacaz, a tabela da Série B1, coloca o jogo de estreia do alvianil para o Ferreirão, o Goyta ainda tenta esta semana a liberação do laudo faltante, no caso o dos Bombeiros. Ainda faltando duas semanas para a estreia, o nome do estádio Ângelo de Carvalho, do Campos (Roxinho) aparece na tabela, mas aguardando os laudos de liberação, ou seja, Cardoso Moreira é o porto seguro em caso de falta de algum laudo, que não fique pronto a tempo.


Três clubes de Campos (que fica a 55 quilômetros de Cardoso Moreira), um de Carapebus (que fica a 137 quilômetros de Cardoso Moreira) e um de Macaé (que fica a 157 quilômetros de Cardoso Moreira) utilizam ou podem vir a utilizar o palco esportivo pertencente a uma cidade com pouco mais de 13 mil habitantes.


E O DONO DA CASA?

O Cardoso Moreira foi fundado em 1935 e nas primeiras décadas se manteve como uma agremiação amadora. O campo utilizado pelo clube na época da criação é hoje onde se localiza a praça principal da cidade de Cardoso Moreira. O time utilizava camisas completamente vermelhas com calções brancos e meiões listrados nas mesmas cores.


Na década de 1990, numa tentativa de se tornar profissional, venceu o Campeonato Carioca da Terceira Divisão de 1994. Contudo, devido a problemas com a prefeitura, teve que abandonar temporariamente os planos de continuar profissional. Voltando a ter estrutura e projetos profissionais apenas em 2005, o time sagrou-se novamente campeão estadual da terceira divisão de 2006. Em 2007, o Cardoso Moreira conseguiu subir à primeira divisão para disputar o Campeonato Carioca de Futebol de 2008.


Em 2008, na sua primeira e única experiência na série A, o time ficou na última colocação e acabou rebaixado à Série B juntamente com o America Football Club.


Em 2009, realizou campanha apenas regular, no Grupo “A”, conseguindo se manter na Série B. Em 2010, se licenciou das disputas profissionais.


Em 2011, o clube negou-se a disputar o Grupo X, ou torneio da morte, e acabou punido e rebaixado à terceira divisão pela Federação juntamente com Itaperuna Esporte Clube e Aperibense Futebol Clube. Desde então, o Cardoso Moreira se licenciou das disputas profissionais.


Atualmente o Cardoso Moreira, que está na região Norte Fluminense, disputa a Supercopa Noroeste Fluminense, um torneio amistoso anual que reúnem clubes do Norte e Noroeste Fluminense. As edições do torneio, conta com a participação de clubes tradicionais da região como Cardoso Moreira, Floresta, Aperibense e Italva.


O Cardoso Moreira atua no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, o popular Ferreirão, localizado na própria cidade de Cardoso Moreira. O estádio tem capacidade para 900 espectadores aproximadamente e sua tribuna de honra chama-se Tribuna Agnaldo Jacinto da Silva. Suas cores são preto, vermelho e o branco, sendo assim conhecido como o Tricolor Cardosense.

Fonte: GF Esportes