COVID-19 - MP RECOMENDA MEDIDAS DE RESTRIÇÃO EM CARDOSO MOREIRA E REGIÃO

 

Risco de colapso na saúde nos municípios vizinhos gera preocupação na Prefeitura de Cardoso Moreira. MP cobra medidas de restrição.


O aumento do número de infectados com o novo coronavírus e a falta de leitos disponíveis nas UTIs dos hospitais da região norte e noroeste fluminense deixou a cidade de Cardoso Moreira em alerta máximo. Mesmo com a pandemia aparentemente controlada na cidade, a situação dos municípios vizinhos preocupa, e muito. Atualmente, a região está em bandeira vermelha, um dos níveis mais altos no risco do contágio com a Covid-19.

Apesar dos últimos boletins epidemiológicos de Cardoso Moreira apresentarem um baixo número de casos ativos e nenhuma internação, o Ministério Público cobrou de forma veemente que fossem tomadas medidas restritivas, para garantir que a situação não saia do controle. Nesta sexta-feira (19), o MP reuniu-se novamente com a Prefeita de Cardoso Moreira, Geane Vincler, a Secretária de saúde, Dra. Ângela Braga, e o Procurador-geral do município, Dr. Linaldo Lyra, juntamente com representantes de todos os municípios do noroeste fluminense. Entre os assuntos abordados pelos promotores de justiça, Matheus G. dos Reis Rezende e Raquel Rosmaninho, estavam a falta de leito de UTIs e quais medidas seriam tomadas pelos gestores para o enfrentamento a pandemia.

Diante deste cenário, decretos serão feitos em comum acordo, entre os municípios de Itaperuna, São José de Ubá, Cardoso Moreira, Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai. Com isso, espera-se que medidas de restrição sejam adotadas em todas as cidades, de acordo com a atual situação da pandemia em cada uma delas.


Nenhum comentário