Prefeitura divulga Informe sobre a vacinação contra o Covid-19 em Cardoso Moreira


Segundo as orientações do Ministério da Saúde (MS), em relação à vacinação contra a Covid-19, o público prioritário compreende os seguintes grupos:

• Trabalhadores da saúde: equipes de vacinação que estiverem inicialmente envolvidas na vacinação dos grupos elencados para as 6 milhões de doses, trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados (tanto da urgência quanto da atenção básica) envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de Covid-19, trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos e de Residências Inclusivas (Serviço de Acolhimento Institucional em Residência Inclusiva para jovens e adultos com deficiência) e demais trabalhadores de saúde;

• Pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas);

• Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas);

• População indígena vivendo em terras indígenas.

Em nosso município, não existem instituições de longa permanência, residências inclusivas com deficientes com mais de 18 anos ou população indígena. Portanto, o único grupo prioritário do município são os trabalhadores da saúde.

Ressalta-se que o MS determina que todos os trabalhadores da saúde serão vacinados e a ampliação da cobertura desse público será gradativa, assim como para os demais públicos prioritários elencados no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, a partir da disponibilidade de vacinas. Assim, buscou-se garantir a vacinação de 100% dos trabalhadores da saúde do município, seja do setor privado como do setor público.

Vale destacar que vários trabalhadores da saúde receberam a vacina em outro município, onde também exercem a sua profissão.

A entrega das 145 doses da vacina SinoVac, do Instituto Butantan, ocorreu no dia 19/01/2021 e, no mesmo dia, a vacinação foi iniciada. A vacinação foi realizada por equipes móveis que se dirigiram aos serviços de saúde onde se encontravam os profissionais de saúde da linha de frente – Pronto Socorro e equipes da Estratégia de Saúde da Família.

Está programada, pela Secretaria Estadual de Saúde/RJ (SES/RJ), para o dia 2 de fevereiro, a entrega das demais 145 doses da vacina SinoVac. Neste novo lote, devem ser aplicadas a segunda dose nos trabalhadores da saúde que já receberam a CoronaVac. O intervalo entre a primeira e a segunda dose, desta vacina, deve ser de 14 a 28 dias.

No dia 25 de janeiro, recebemos 140 doses da vacina de Oxford e continuamos a vacinar os profissionais da saúde.

Informamos que até 26/01, já foram vacinados 106 trabalhadores da saúde com a vacina SinoVac e 100 pessoas com a vacina de Oxford.

Destaca-se que os trabalhadores da saúde do setor público já foram vacinados em quase a sua totalidade e que já foi iniciada a vacinação dos trabalhadores do setor privado.

Até o momento, não recebemos novas informações da SES/RJ, ou do MS quanto ao recebimento de remessas de novas doses. Tão logo essas informações sejam liberadas, informaremos a todos através dos canais oficiais da Prefeitura.


Nenhum comentário