Prefeitura de Italva diz desconhecer os dois novos casos de Covid-19

Clique na Imagem para Ampliar

A Prefeitura de Italva emitiu uma nota na manha deste sábado sobre os dois novos casos de Covid-19 divulgado na noite desta sexta-feira pela Intertv e pelos sites dentre eles o G1 do grupo globo e confirmado pelo governo do estado do Rio de Janeiro em seus boletins oficias. Segundo o governo do estado, os dois novos casos de covid-19 no município de Italva trata-se de um homem e uma mulher na faixa etária de 40 à 49 anos

as Informações obtidas pelo Blog  partiu do boletim do Coronavírus divulgado pelo Governo do estado do Rio de Janeiro que pode ser acompanhada nesse sites: https://coronavirus.rj.gov.br/ e http://painel.saude.rj.gov.br/monitoramento/covid19.html esse ultimo com atualização em tempo Real.

A prefeitura de Italva nesse sábado emitiu uma nota informando desconhecer os dois novos casos, segue a baixo a nota.

A Prefeitura Municipal de ITALVA através dos profissionais da vigilância epidemiológica e demais servidores envolvidos no enfrentamento ao COVID-19, esclarecem a atual situação em que se encontra o município mediante noticiários divulgados na imprensa de modo geral. Em resumo o município de ITALVA já apresentou  4 casos notificados, sendo 3 casos já descartados, 1 caso confirmado com paciente já curado.  Os técnicos esclarecem q os outros 2 casos divulgados pelo Estado não foram notificados pelo município, podendo esses pacientes terem sido atendidos e notificados em outros municípios.
 
Quanto aos casos postados pelo Estado do RJ, pra quem desconhece a informação: paciente que referir ser residente de Italva e for atendido em outros municípios do RJ, mesmo q estando FORA DE ITALVA, se essa pessoa for notificada no Sistema Estadual como positivo covid-19, esses números/essa estatística vai cair na nossa conta! A diferença dos números estaduais para os municipais se dá, porque a notificação desses pacientes, é em TEMPO REAL para o Estado e vai para o Sistema de Informação e o município muitas das vezes só vai tomar ciência desses casos quando o próprio Estado nos sinaliza!

Nenhum comentário