Italva - Ex-prefeita Margareth perde mais uma na justiça

A Ex-prefeita de Italva Margareth do Joelson não esta conseguindo obter nenhuma vitoria na Justiça e coleciona varias derrotas, nesta semana O Ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio negou o pedido da Ex prefeita de Italva de anular o Acordão e permitir que ela retornasse ao seu antigo cargo.

A Ex-Prefeita Margareth do Joelson queimou etapas, ela queria que o Supremo Tribunal Federal (STF) anulasse um decisão sem antes passar Pelo Tribunal que as emitiu, que é o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não seguindo o protocolo correto, a ex-prefeita teve então seu recurso negado.

Segundo o Ministro Marco Aurélio, Não compete ao Supremo Tribunal Federal conceder medida cautelar para dar efeito suspensivo a recurso extraordinário que ainda não foi objeto de juízo de admissibilidade na origem

Conversamos com o Advogado Ligekson Monteiro e ele explicou que o Ministro Marco Aurélio não pode julgar e antecipar uma decisão sem antes passar pelo TSE e decidir se o recurso deve ou não ser mandado para o STF. Para ser direcionado para o STF teria que ter feito um juízo de admissibilidade que significa se aquele recurso é cabível naquele momento e se preenche todos os pressupostos.

Hoje quem ocupa o cargo de Prefeito de Italva é Alcirley Lima que assumiu a chefia do Executivo após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afastar a prefeita Margareth do Joelson (PP) do cargo por compra de votos em 2016. De acordo com a decisão, houve promessas de emprego e pagamento de exame médico para eleitores em troca de votos.

Nenhum comentário