Policiais encontraram armadilhas e um ponto de extração de substancia mineral

http://mapadecultura.rj.gov.br/wp-content/uploads/2012/05/Italva_Rio-Muria%C3%A9_MG_0550.jpg
Policiais da 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano realizaram uma operação ao longo desta quinta-feira (04/10) contra a prática de crimes ambientais nos municípios de Cardoso Moreira e Italva e Itaperuna.

Durante a ação os policiais destruíram armadilhas para captura de peixes (paritás), construídas em diversos pontos do leito do Rio Muriaé.

O objetivo é reprimir a pesca mediante a utilização de apetrechos, técnicas e métodos não permitidos. Ainda de durante a operação os militares encontraram um ponto de extração de substancia mineral às margens do referido rio, no distrito de Boa Ventura, em Itaperuna.

No momento da fiscalização, a balsa estava sendo desmontada para ser transferida de local. Por não possuir documentação necessária para realização da atividade, o proprietário foi encaminhado para a delegacia de Itaperuna, mas o caso foi encaminhado para a delegacia da Polícia Federal em Campos, por ser tratar de um Rio interestadual.

Fonte SF News
Share on Google Plus

About Anderson Lobo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário