Prefeitura de Cardoso Moreira decreta situação de Emergência devido a estiagem

O prefeito Gilson Nunes Siqueira Decretou na tarde de quarta-feira, 18 de outubro, Situação de Emergência devido a Estiagem que vem atingindo toda Região Norte e Noroeste, há mais de três meses.

A Prefeitura de Cardoso Moreira teve que realizar a mesma medida já tomada pelas Prefeituras de Miracema, Bom Jesus, Itaocara, São José de Ubá, Italva, Laje do Muriaé e São Fidélis, devido o Município já está passando por dificuldades e perdas, principalmente na área rural, onde se concentra a base econômica do município, já que sua economia é baseada principalmente na produção agrícola.

A medida foi tomada devido vários fatores, entre eles: Expressiva perda na produção de hortifrutigranjeiros, queda na produção de leite, a morte de 20 animais de grande porte, e muitos outros que já totalizaram R$ 3.564.400,00 de danos.

Outro dado alarmante diz respeito a centenas de moradores residentes nas localidades de Dr. Matos, Vermelha, Santa Bárbara, Goiabeira e de alguns bairros do município, que já fazem parte da população cardosense que está tendo a necessidade do fornecimento de água potável através de caminhões pipa.


“Esperávamos não precisar Decretar Situação de Emergência, mas não tivemos outra alternativa devido os dados estatísticos apurados pelas Secretarias de Agricultura e de Meio Ambiente e Defesa Civil do nosso Município. Estamos muito preocupados com a situação que nos assola. O Rio Muriaé que normalmente, nessa época do ano, tem sua medição de um metro e quarenta centímetros, atualmente está com apenas trinta e quatro centímetros.” Comentou o prefeito Gilson

Nenhum comentário