43 famílias desalojadas após tromba d'água em Itaocara

Chega a 43 o número de famílias desalojadas em Itaocara em decorrência da enchente que atingiu a cidade durante a madrugada deste sábado (10). Segundo a Defesa Civil de Itaocara, parte dos desalojados já retornou às casas e começa a retornar as atividades normalmente.
 Uma tromba d'água atingiu Itaocara na madrugada deste sábado (10) e pegou os moradores da cidade  de surpresa. A água sobe rapidamente não dando tempo dos moradores erguerem os móveis.

   Segundo moradores, a água chegou a mais de um metro em alguns pontos da cidade. No Centro, a água invadiu vários estabelecimentos comerciais. Moradores ficaram apavorados com a rapidez que a água subia. 

    Já na manhã deste sábado, a Defesa Civil avaliou estragos pela cidade e contabilizou os afetados em três bairros: Ambal, Fuguista e Adolvane. Nestes três bairros, quarenta e três famílias ficaram desalojadas. Mas segundo Régis Martins, o número deve aumentar quando os moradores afetados do Centro, Caxias e Caeté forem contabilizados. A previsão é de que o número chegue a 300 desalojados. A maioria já conseguiu voltar às suas casas.
   Uma pessoa teria ficado desabrigada no bairro Caxias. Com a chuva na noite anterior, um deslizamento de terra levou o muro da casa. Um carro que estava estacionado por baixo, na Rua Agenor Rego da Silva, foi parcialmente soterrado. A Defesa Civil interditou o imóvel, que pode vir abaixo com novos deslizamentos, mas o morador se recusou a receber a notificação e informou que não deixará o imóvel.

   A Prefeitura analisa a possibilidade de decretar situação de emergência, para que os moradores desalojados possam sacar o FGTS.




Nenhum comentário