Menino de 12 anos foge de casa e desaparece em Italva

O estudante Breno Souza Rodrigues, de 12 anos, está desaparecido desde a noite desta segunda-feira (4). O menino foi visto pela última vez por familiares dentro do quarto no momento em que ia dormir. Porém, quando os parentes foram acordá-lo para ir a escola, ele já tinha desaparecido. A residência em que o garoto mora fica localizada na rua José Resende Soares, no bairro São Caetano, em Italva, no Noroeste Fluminense.

De acordo com a mãe dele, Simone Rodrigues, a casa permaneceu trancada durante a toda noite. Ela acredita que ele tenha fugido pela janela, como já fez outra vez, mas na outra oportunidade, ele voltou em minutos. “Ele já tinha feito isso uma vez. Nós nos assustamos agora porque já passou bastante tempo e ele ainda não retornou. Meu filho saía muito e, na maioria das vezes, chegava tarde ou não avisava o horário que iria voltar para casa. Mas o que me assustou mesmo é que ele saiu durante à noite e não nos avisou”, contou.

Breno saiu da residência vestindo calça jeans, blusa vermelha. Ele apresenta muitos problemas de comportamento. O menino discutia constantemente com os familiares e não aceitava as regras da família. “Ele é muito indisciplinado. Apesar de ter apenas 12 anos, ele se considera gente grande. Brigava conosco o tempo inteiro. Não aceitava nossos conselhos”, disse Simone.

Os parentes do rapaz informaram que ele não toma remédios e que embora seja indisciplinado, o garoto sempre avisa antes de sair do imóvel. Para os familiares, não há dúvidas de que ele aproveitou o momento em que todos dormiam para fugir.

O boletim de ocorrência sobre o desaparecimento de Breno já foi registrado na Delegacia de Italva. A mãe acredita que ele possa ter ido para Itaperuna, cidade onde ela já esteve, mas não encontrou nenhuma pista sobre o sumiço. “Eu fui em Itaperuna, rodei tudo lá e não consegui nenhuma novidade do meu filho. Fui nos hospitais e nada”, concluiu.

Simone pede para que, caso alguém tenha informações sobre o desaparecimento do garoto, que entre em contato pelo número (22) 999134861.

Fonte: Notícia Urbana

Nenhum comentário