Moradores de Carangola ficam sem água e luz após chuva de granizo


Uma forte chuva de granizo e rajadas de vento deixaram estragos na cidade de Carangola, na Zona da Mata, na noite desta segunda-feira (27). De acordo com informações da Defesa Civil, cerca de 300 casas e 700 pessoas foram atingidas pelas chuvas. Moradores chegaram a ficar sem luz e água em alguns bairros da cidade.

Os Bairros Triângulo, Centro e Panorama foram os mais atingidos. Segundo a Defesa Civil, choveu em torno de 30 a 50 milímetros na cidade. As Escolas Estaduais Emília Esteves Marques, João Belo de Oliveira e Professor Augusto Amarante ficaram sem aula na manhã desta terça-feira (28).


Segundo a moradora do Bairro Aeroporto, Marlene Gomes da Silva, de 59 anos, a chuva deixou estragos por todo o local e a população assustada. “Foi uma chuva muito forte, pegou muita gente de surpresa. Na minha casa uma parede foi quebrada, ocorreu o destelhamento, além de ter inundado todos os cômodos. Agora vou para a casa da minha filha mais velha porque não tem condição nenhuma de ficar aqui”, afirmou.

De acordo com a assessoria da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a falta de energia foi registrada a partir das 19h30 desta segunda-feira. Ainda de acordo com a assessoria, três horas após o problema a energia já tinha sido restabelecida para 1.700 clientes.

Contudo, por volta das 11h desta terça-feira, sete postes ainda estavam caídos na cidade e alguns moradores sem luz. A assessoria da Cemig informou ainda que as equipes estão nas ruas, mas algumas delas têm dificuldade de contato porque a torre de telefonia está interrompida. O trabalho foi priorizado nos locais onde há situações de risco e a empresa não tem números de quantos moradores ainda estão sem luz.

Algumas regiões da cidade também ficaram sem água. De acordo com o Serviço Municipal de Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), foram afetados os bairros Caixa D’Água, Panorama, Aeroporto e parte do Bairro Triângulo. Segundo a Semasa, o problema é causado pela falta de energia, impedindo o bombeamento de água no sistema. A região atingida fica na parte mais alta de Carangola, onde a água é fornecida através de bombeamento. A Semasa garantiu que assim que a luz for restabelecida, o abastecimento de água será normalizado.

Nenhum comentário