Polícia Ambiental combate crime contra o Meio Ambiente em Italva

Policiais da 3ª UPAm/Desengano (Policia Ambiental) procederam ate o município de Italva, no Noroeste Fluminense, a fim de fiscalizar possível prática de pesca predatória, bem como a existência de paritás (armadilha construída com bambus, madeira e pedaços de trilho de trem de ferro, que cercam o rio de uma margem à outra, com o intuito de para capturar peixes).
Nos trabalhos realizados foram localizados e destruídos 5 paritás com suas respectivas barragens, não sendo possível a localização dos responsáveis por tal ato criminoso.
Esta prática nociva ao Meio Ambiente é proibida em conformidade com o disposto no artigo 34 da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais).
http://radioitaperunafm.com/site/wp-content/uploads/2014/09/Pesca-Predat%C3%B3ria-em-Italva-RJ-02.jpg

Nenhum comentário