Barragem em MG ameaça o Rio Pomba e o Rio Paraíba

O governo do Estado do Rio está preocupado com a barragem de contenção de rejeitos de uma empresa de sucos em Cataguases, Minas Gerais, que corre o risco de romper. Caso isso aconteça, o material pode atingir o rio Pomba, que banha os estados de Minas e Rio de Janeiro,além de ser afluente do Paraíba do Sul, que abastece vários municípios do Norte e Noroeste fluminense. O assuntou foi divulgado na coluna de Ancelmo Gois, no “O Globo”.

A preocupação é que se repita os dois acidentes ambientais de 2003 e 2007, quando milhões de litros de material tóxico foram despejados no  Pomba, após rompimentos de duas barragens de contenção de uma indústria de celulose. Segundo o secretário de Defesa Civil de Campos, Henrique Oliveira, o município não recebeu nenhuma notificação,  mas está em alerta. “É de responsabilidade da Defesa Civil Estadual e do Inea (Instituto Estadual do Ambiente) fiscalizar essa situação por se tratar de outro Estado. Espero que não se rompa outra vez, porque as últimas vezes que aconteceu isso foi uma tragédia para Campos”, disse Oliveira.

Passado – O primeiro grande vazamento de lixívia – sobra industrial da produção de celulose – foi 29 de maio de 2003 e provocou um dos maiores acidentes ecológicos do país, atingindo oito municípios  fluminenses. Foram despejados 500 milhões de litros do produto no Rio Pomba. Em 2007, um novo rompimento de barreira culminou com por 400 milhões de litros de argila misturada com óxido de ferro e alumínio no Pomba.

FOnte: Fmanha

Nenhum comentário